quarta-feira, 3 de junho de 2015

AINDA HÁ GENTE COM PINTA!

Assunto: INSTITUTO ODIVELAS - Carta de pai de aluna do IO

Circular do Exército e a seguir, abaixo, posição de um encarregado de educação



9 comentários:

netus disse...

Brilhante. Ora aqui está um cidadão e encarregado de educação com espinha dorsal e não gelatina como se vai observando por aí, aos mais altos níveis (!!??!!??) civis e militares.
Aceite os meus parabéns por dar-nos notícia deste acontecimento.
Cumprimentos. António Cabral, cAlmirante, reformado (chapéus há muitos - marrevoltado.blogspot.pt)

Anónimo disse...

Sr.Tenente Coronel

O ridículo da situação que hoje nos traz, bem demonstrativo da época presente, trouxe-me à memória o título de um programa nos primórdios da Televisão portuguesa:
"Hoje há palhaços".
A diferença é que naquele tempo havia seriedade nas palavras e nas obras.
Os meus cumprimentos.
Manuel A.

Anónimo disse...

Foi uma mãe, que também é antiga aluna do Instituto de Odivelas.
Cumprimentos
Sofia Vaz Serra
AAIO 381/74

Da Serra disse...

Ía dar a minha opinião mas "netus" já disse tudo!
Parabéns!!!

Nuno Filipe disse...

Sem dúvida Sr. Almirante, graças a Deus ainda há quem veja as coisas como elas são e diga o que tem de ser dito, sem papas na língua. Um GRANDE Homem, com um "H" GRANDE sem sombra de dúvida.

Os meus sinceros cumprimentos e agradecimento pela partilha, ao Coronel Brandão Ferreira.

Saudações,
Nuno Ramos.

Nuno Filipe disse...

Post Scriptum: Se todos os Encarregados de Educação e pais das alunas do IO fizessem como este senhor, talvez os indivíduos que nos (des)governam fizessem alguma coisa, no que refere ao encerramento do Instituto de Odivelas!?

Se bem que, no meu intimo, receio bem que "a bem", jamais conseguiremos mudar alguma coisa!? E enquanto existir gente ingénua que acreditar nesta a farsa a que chamam "democracia", será muito difícil alterar o quer que seja na nossa bem-amada pátria. :(

vitor madail disse...

Muito bem. O Encarregado de Educação desta aluna do IO, esteve e está, à altura dos acontecimentos. Desmonta de forma notável, o enredo criado pelo Sr Ministro da Defesa e promulgado pela Chefe Supremo das Forças Armadas, o Sr Presidente da Republica.
Sou Pai e Encarregado de Educação de um ex-aluno do CM, 349/2006. Sei bem sobre a luta travada para a manutenção do IO, e por consequência do CM, nos moldes anteriores aos despachos mencionados. Mais uma vez os meus parabéns ao Encarregado de Educação e ao Sr Tenente-Coronel pela publicação da missiva no seu blog. Pena estas coisas não passarem na comunicação social e serem do conhecimento geral da população.

Subscrevo-me com consideração

Vitor Madail Herdeiro

Anónimo disse...

E as "fantasmas" lá foram marchar só não entendi o que disseram frente à tribuna e perguntei-me, após o discurso do Sr. PR, se afinal elas não foram, também, "COBAIAS" dos testes da reforma militar. Ainda no âmbito do discurso, debaixo de um enorme alpendre e com fartura de água ainda que no meio houvesse algum gaguejo, fiquei a saber que a responsabilidade é só apanágio, afinal, dos militares e por exclusão de partes não aplicável aos restantes corpos do estado, bem me parecia...
Os para-quedistas muito foram aplaudidos quando tocaram no solo e no fim fizeram uma dobragem e entrega do Estandarte Nacional, bem podiam ter utilizado os 3 praças para no toque ao solo terem apanhado a Bandeira e não a deixassem tocar no solo, pormenores.
Também admirei a fausta barriga de um porta estandarte da nossa FAP a sair e a cobrir o cinto das calças, talvez em concorrência ao CEMGFA. Por fim a escolta ao comandante das Forças em Parada com o passo certo um de cada vez.
Agora e para terminar achei curioso o facto de um senhor chamado Carlos Gil ter sido agraciado com uma medalha, afinal tem sedo quem tem vestido a Primeira Dama na sua "presidência paralela" engraçado ir com um vestido rosa berrante tipo barbie. E até não foi esquecido um vendedor de fruta que começou a vender pêssegos e agora vende dióspiros figos e romãs...
Sem demérito para a soprano que cantou o Hino acho que não se deveriam adoptar em relação ao nosso Hino estas "americanices" quiçá copiado de algum estádio de basebol.
Bem haja Sr. TenCoronel
João Pedro

Anónimo disse...

Ainda sobre a Bandeira Nacional, porque não foi empregue um quarto elemento, da GNR ou mesmo dos pupilos é porque a Bandeira dobra-se a 4 que eu saiba.
É com muita pena minha que nas inaugurações de placas nos edifícios onde se utiliza amiúde a nossa Bandeira a mesma seja tratada por quem a tira, por norma alguém do governo, como de um vulgar trapo se tratasse que ou cai no chão é posta debaixo do sovaco ou embrulhada e logo se arruma, mais depressa é preso quem manda o PR trabalhar que quem ultraja a nossa Bandeira.
Bem haja TC
João Pedro